Quantos me visitaram ?

28 de outubro de 2012

O DIA DO LIVRO



Amanhã é o dia do livro. Sem ele as mentes se embotam, as idéias somem, a criatividade desaparece, a alma embrutece e você desanima, define e morre. Se a morte é só uma metáfora, a vida que surge com a leitura é referencial, é denotativa, é real. Leia e desabrocharás para a vida, mesmo que a idade seja avançada, pois não há e nunca houve limites para o aumento do conhecimento. Crie sempre um significativo repertório em seu espírito, lendo quando puder. Leia e crie. Enverede pelos maravilhosos caminhos da imaginação e escreva também seus próprios textos. Experimente e veja a vida lhe sorrir. Você pode! Mas leia! Leia sempre e, no DIA DO LIVRO, presenteie a quem você ama com um bom texto. Dê livros de presente.
Assim, deixo os amigos meditando sobre as palavras de Castro Alves, retiradas do poema O Livro e a América, em versos heptassílabos ou em redondilha maior.
.........................................
........................................
.......................................
Por isso na impaciência 

Desta sede de saber, 

Como as aves do deserto 

As almas buscam beber... 
Oh! Bendito o que semeia 
Livros... livros à mão cheia... 
E manda o povo pensar! 
O livro caindo n'alma 
É germe — que faz a palma, 
É chuva — que faz o mar.

............................................
............................................
..............................................
ATÉ A PRÓXIMA

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Balneário Camboriú, Sul/Santa Catarina, Brazil
Sou professor adjunto aposentado da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Sou formado em Letras Clássicas pela UERJ. Pertenço à Academia Brasileira de Filologia (ABRAFIL), Cadeira Nº 28.