Quantos me visitaram ?

6 de março de 2015

PASSANDO O TEMPO







Passando o Tempo é mais um livrinho de Maria José Lima Toledo. Digo livrinho pelo mimo da apresentação e por imensa e justificada afetividade. Minha amiga e comadre, Maria José, é uma pessoa incrível. Etimologicamente, mesmo, pois faz coisas que pouca gente acredita. É professora, escritora, atriz e pintora, sempre alegre e faceira, adorada por seus alunos, aqueles ainda educados nas escolas de antigamente. Sempre muito carismática, em sala de aula, sua comunicação gargalhava uma narrativa séria e alegre, que misturava o factual com o poético. Como não aprender História com uma professora desse quilate? A arte pictórica e a arte dramática se materializaram na idade madura, naquela em que nos comportamos socialmente, para passar o tempo, com dignidade e satisfação. Bem, pelo menos, penso ser essa a filosofia da aposentadoria, que, parece não funcionar para todos...

Com a publicação de Passando o Tempo, nesse ano de 2014 que terminou há pouquinho, Maria José Lima Toledo se valeu de um artifício criativo: a metanarração. Se esse conceito na Teoria Literária não existe, inventei-o eu, agora, ao ler as deliciosas narrativas de seus personagens, refugiados numa fazendola, nos arredores da cidade de Silvinópolis, Minas Gerais, que teria sido atacada por um surto de cólera, em pleno século XXI. Da imaginação pródiga e poética de Maria José, surgem essas historietas, contadas por oito personagens, uma espécie de retrato narrado, 4 por 4, pelas vozes dos habitantes da cidade; mas quem fala, realmente, é a autora, explicando seu existencialismo, colocando-o e explicitando-o nas palavras do Outro, daí considerar seu texto uma metanarração.

Finalmente, o livro é ilustrado por pinturas suas, abstratas, significativamente belas, em mais uma manifestação da plurifacetada verve artística de minha amiga Maria José Lima de Toledo, que traz no corpo e na alma o gene lírico de seu pai, o grande poeta Nozor Sanches. 

ATÉ A PRÓXIMA


Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Balneário Camboriú, Sul/Santa Catarina, Brazil
Sou professor adjunto aposentado da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Sou formado em Letras Clássicas pela UERJ. Pertenço à Academia Brasileira de Filologia (ABRAFIL), Cadeira Nº 28.