Quantos me visitaram ?

7 de abril de 2007

P O L I N É S I A

Recentemente respondi a uma consulta, onde um aluno do Curso de Letras da Universidade Federal do Paraná, me perguntou sobre o porquê do coletivo de ilha, em nossa língua, ser arquipélago. Ele não via nesse vocábulo nada relacionado a "muitas ilhas". Resolvi apresentar nesse BLOG os meus comentários, pois o assunto é bastante interessante.

Arquipélago, em português significa conjunto de ilhas. Sua etimologia prende-se ao grego ARQUI (com sentido de principal, grande) mais PÉLAGO (com o sentido de alto mar). Este alto mar era o mar Egeu, principal mar dos gregos. Aigaîon pélagos significa Mar Egeu, o arqui pélagos. O que houve foi a perda do primeiro sentido etimológico, passando a significar grupo de ilhas, porque o Mar Egeu era repleto de ilhas. A força da cultura grega legou-nos o termo ARQUIPÉLAGO com o significado de coletivo de ilha. Já a forma POLINÉSIA que, por seus elementos constituintes, deveria ser, em nossa língua, o coletivo de ilha, pois o termo é formado de POLI (gr. Polys = muito, numeroso) e NÉS (gr. Nêsos = ilha), mais sufixo -ia- significa muitas ilhas. POLINÉSIA é um neologismo criado pelo geógrafo e cartógrafo dinamarquês, Conrad Malte-Brun (1775-1826), em 1813, para designar o conjunto de ilhas situadas na parte central do oceano Pacífico, a Leste da Austrália, da Melanésia e da Micronésia, não se relacionando, de forma alguma, com as ilhas mediterrâneas gregas.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Balneário Camboriú, Sul/Santa Catarina, Brazil
Sou professor adjunto aposentado da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Sou formado em Letras Clássicas pela UERJ. Pertenço à Academia Brasileira de Filologia (ABRAFIL), Cadeira Nº 28.