Quantos me visitaram ?

12 de maio de 2009

O SENADO E SEUS INCRÍVEIS SENADORES


NÃO VOU VOTAR. SE VOTAR, VOTAREI NULO.

Só para meditação.
Para que serve o Senado Federal? Para que servem os senadores?
Para nada! Êpa! Para nada não! Olha lá! Veja como fala!
Esse senado que todos acham desmoralizado, que não serve para nada, a não ser para legislar em causa própria, vide seu Plano Vitalício de Saúde, por exemplo, serve para toda sorte de falcatrua. Só o senador Fernando Collor de Melo (PTB-AL) já colocou no plano de saúde vitalí­cio familiar do senado, seus dois primos: o primeiro suplente, senador Euclydes Affonso de Mello Neto (PTB-AL) e a segunda suplente Ada Mercedes de Mello Marques Luz (PTB-AL), que assumem alternativamente nas ausências do primo ilustre. Euclydes já está garantido, Ada precisa de mais alguns meses de suplência, mas vai chegar lá, podem ter certeza. Além dos senadores e ex-senadores, a regalia de atendimento médico vitalí­cio também é estendida aos servidores que ocuparam o cargo de diretor-geral e secretário-geral da Mesa. Essa mordomia, criada em 2000, beneficia hoje Agaciel Maia, que deixou o cargo em março por não ter registrado em seu nome a casa onde mora, avaliada em R$ 5 milhões. Outro favorecido é Raimundo Carreiro, hoje ministro do Tribunal de Contas da União (TCU). É assim que eles servem ao povo brasileiro. Agora, os senadores servem muito bem para aprovar, como aprovaram, por emenda constitucional, a ignominiosa Lei, segundo a qual, os funcionários públicos, já em gozo de aposentadoria, passam a contribuir com a taxa de 11% para a Previdência. Para quê? Que benefícios terão? Não vão nunca mais usufruir de uma segunda aposentadoria... Para encobrir qualquer rombo previdenciário basta anular algumas benesses desses párias da sociedade brasileira. Agora, respondam sinceramente. Para que servem esses trastes eleitos e muitos nem eleitos, como o famoso CABELEIRA, dono de colégios e faculdades? Vamos deixar de votar nesses patifes. Em 2010 vote nulo.

ATÉ A PRÓXIMA

Um comentário:

Thereza Pires disse...

Já votei nulo na última,Professor
É triste.Tanta luta pra gente conseguir liberdade e respeito..e olha só no que deu.
Seu texto,como sempre, um espetáculo.
Thereza Pires

E saudações tricolores.Quando ganhamos pontinhos ..ninguém registra.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Balneário Camboriú, Sul/Santa Catarina, Brazil
Sou professor adjunto aposentado da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Sou formado em Letras Clássicas pela UERJ. Pertenço à Academia Brasileira de Filologia (ABRAFIL), Cadeira Nº 28.