Quantos me visitaram ?

7 de setembro de 2006

A CULTURA NO FUTEBOL





O futebol já produziu e ainda produz uma série de textos que ocupam lugar de destaque nas Letras e Artes. Nas Letras, encontramos romances, contos, crônicas e poesias. Nas Artes, basicamente no cinema e no teatro, o futebol nos apresenta enredos interessantíssimos e representações memoráveis. Como centro da atenção dos estudos superiores, são muitas as Dissertações de Mestrado e Teses de Doutorado que foram procurar no futebol subsídios para o desenvolvimento de pensamentos incrivelmente diversificados e diluídos na grande metalinguagem desse esporte de massas que apaixona, produz e reproduz o ethos da coletividade brasileira.

Em nosso livro BALANÇANDO O VÉU DA NOIVA, apresentamos algumas obras nas quais o futebol está presente. Muitas são raras por estarem esgotadas, há anos. E, para que o leitor desse BLOG possa ter idéia da produtividade desse tema, listamos algumas que julgamos mais interessantes. Assim:

Romances:

1- O queijo de Minas ou história de um nó cego, 1906, 1907, de Monteiro Lobato e Godofredo Rangel;

2- Água mãe, Rio de Janeiro, 1941, de José Lins do Rego;

3- Os interesses da companhia, 1942, de Gilberto Amado;

4- Informação ao Crucificado, de Carlos Heitor Cony;

5- O espelho partido, Tomo I, de Marques Rebelo;

6- Memórias do Olimpic, 1944, de Marques Rebelo;

7- Sentimento esportivo, 1965, de Marques Rebelo;

8- Campeões do Mundo, 1958, de Marques Rebelo;

9- Passagem dos inocentes, 1963, de Dalcídio Jurandir;

10- Romance do futebol (Na realidade, uma história do futebol), de Mário Filho;

11- Flô, o melhor goleiro do mundo, 1940, de Thomaz Mazzoni, SP, Edição do autor.


Contos:

1- A doença do Antunes, de Lima Barreto;

2- Herói !, in Revista Careta, 1922 e no volume Coisas do reino do Jambom (Obras Completas), de Lima Barreto;

3- O 22 do Marajó, de Monteiro Lobato;

4- Gaetaninho, in Brás, Bexiga e Barra Funda, 1927, de Antônio de Alcântara Machado;

5- Corinthians 2 x Palestra 1, in Brás, Bexiga e Barra Funda, 1927, de Alcântara Machado;

6- O defunto inaugural, in, Histórias reunidas, de Aníbal Machado;

7- Jaguaré, de Breno Aciole;

8- Esperança F.C. , de Orígenes Lessa;

9- De tarde e domingo, 1943, de Dias da Costa;

10- Nuvem bárbara, de Edilberto Coutinho;

11- Um negro vai à forra, de Edilberto Coutinho;

12- Sangue na praça, de Edilberto Coutinho;

13- Maracanã, adeus, de Edilberto Coutinho;

14- Os jogos, de Edilberto Coutinho;

15- A grande partida, de Sílvio de Castro;

16- O torcedor, in Vidas inquietas, 1943, de Paulo Coelho Neto;

17- Largo da Palma, de Vasconcelos Maia.



Teatro:

1- Futebol em família, de Silveira Sampaio e Arnaldo Faro;

2- Torcida em família, de Thomaz Mazzoni;

3- Chapetuba Futebol Clube, 1959, de Oduvaldo Viana Filho;

4- O gol da tia Candoca, de Artur Maia;

5- Heleno, Gilda, 1994, de Edilberto Coutinho.


Literatura infanto-juvenil:

1- Campeão de futebol, Belo Horizonte, 1939, de Vicente Guimarães, o Vovô Felício;

2- Futebol dos animais, RJ, 1940, de Francisco Acquarone;

3- Todo esse lance que rola, RJ, 1994, de Maurício Murad.


Cinema:

1- Futebol em Família (1940), com Arnaldo Amaral, Dircinha Batista, Ítala Ferreira, Renato Murce e Jaime Costa.


2- Barbosa, filme de Jorge Furtado e Ana Luiza Azevedo (Diretores), com Antônio Fagundes, Pedro Santos, Zé Vítor Castiel, Ariel Nehring e Barbosa no elenco.

3- Boleiros: Era Uma Vez o Futebol. filme de Ugo Giorgetti (Diretor), com Adriano Stuart, André Abujamra, Cássio Gabus Mendes, Cazé Peccini, Denise Fraga, Flávio Migliaccio, Lima Duarte e Marisa Orth no elenco.

4- Futebol Nacional, filme de Artur Taira e José Nuno Pimentel (Diretores), com Duarte Gomes, Bruno Paixão e Vítor Pereira no elenco.

5- Asa Branca - Um Sonho Brasileiro, filme de Djalma Limongi Batista (Diretor), com Edson Celulari, Eva Wilma e Walmor Chagas.

6- Uma História de Futebol (1998). Curta metragem (20 minutos) de Paulo Machline (Diretor). Roteiro de Paulo Machline, José Roberto Torero e Maurício Arruda.

7- Pelé, O Atleta do Século, filme de Paulo Massaini.

8- Isto é Pelé (1974), filme de Eduardo Escorel (Edição), Luiz Carlos Barreto (Supervisão), Paulo Mendes Campos (Texto).

9- Os Trapalhões e o Rei do Futebol (1986), filme de Carlos Manga (Diretor), com José Lewgoy, Luiza Brunet, Pelé e Os Trapalhões.

10- Uma Aventura de Zico, (1999), filme de Antônio Carlos Fontoura (Direção), com Betty Erthal, César Filho, Eri Johnson, Jonas Bloach e Zico.

11- Garrincha, Alegria do Povo (1963), filme de Joaquim Pedro de Andrade. Primeiro filme documentário brasileiro sobre um esportista, mostrando cenas clássicas das Copas do Mundo de 1958 e 1962.

12- Futebol, um filme de A. Fontes, João Moreira Salles e Rudi Lagermann (Direção e Produção).

13- O Corintiano, um filme de Mazzaroppi.

14- Todos os Corações do Mundo (1995). Murilo Salles (Diretor). Produção de Leonardo Gryner, Calos Roberto Osório e Sérgio Villela. Adaptação para a versão brasileira de Armando Nogueira. Narração de Antônio Grassi. Assistente de Direção: Vicente Amorim.

15- Any givens sunday-EUA (Um domingo qualquer), filme de Oliver Stone (Diretor), com Al Pacino, Cameron Diaz, Dennis Quaid, James Woods, Jamie Foxx, Ll Cool J, Mattheew Modine, Charlton Heston, Aaron Eckhart, Tonny D’Amato e Joock Rooney no elenco.

16- My summer with DES (Tudo pelo futebol), comédia inglesa de 1998, filme de Simon Curtis (Diretor), com Neil Monissey e Rachel Weisr.

17- A Copa (1999). Um filme de Khyentse Norbu. Co-produção entre Butão e Austrália. No elenco, monges budistas e o garoto Orgyen (Jamyang Lodro), admirador de Ronaldinho. O filme gira em torno da Copa do Mundo de 1998 e da final França e Brasil.


Contribuições históricas:

1- Copa Rio Branco de 1932, de Mário Filho;

2- Histórias do Flamengo, de Mário Filho;

3- O negro no futebol brasileiro, de Mário Filho;

4- Copa do Mundo de 1962, de Mário Filho;

5- Viagem em torno de Pelé, de Mário Filho;

6- O Brasil na Taça do Mundo (1932), Thomaz Mazzoni.

7- Problemas e aspectos do nosso futebol, de Thomaz Mazzoni;

8- História do futebol no Brasil (de 1894 a 1950), de Thomaz Mazzoni;

9- O Brasil no Campeonato sul-americano de futebol, de Thomaz Mazzoni;

10- O futebol no Brasil, de Anatole Rosenfeld;

11- O jovem deve saber tudo sobre o futebol, de João Saldanha;

12- Os subterrâneos do futebol, de João Saldanha;

13- Torcedores de ontem e de hoje, de João Antero de Carvalho;

14- Epopéia na Suécia, de José de Ávila;

15- O pontapé inicial: memória do futebol brasileiro (1894 - 1933), de Waldenir Caldas.

Teses de Doutorado e Dissertações de Mestrado:

1- A língua em jogo: futebol X imprensa, de Maria do Carmo L. Oliveira Fernández, Mestrado em Letras, PUC-RJ, 1973.

2- Os gênios da pelota, 1980, de Ricardo Benzaquen de Araújo, Rio de Janeiro, (UFRJ), Museu Nacional;

3- Futebol, malandragem e identidade, 1994, de Antônio Jorge G. Soares, Mestrado em Sociologia, UFES;

4- O Rio corre para o Maracanã, de Gisella de Araújo Moura, hoje publicada pela FGV, 1998.

5- O futebol brasileiro: Instituição zerro, de Simone L. Guedes, UFRJ/ Museu Nacional/PPGAS, 1977.

6- Footballmania: uma história social do futebol no Rio de Janeiro, 1902-1938, de Leonardo Affonso de Miranda Pereira, Unicamp, 1999 (Tese de Doutorado em História Social).

7- Futebol de fábrica em São Paulo, de Fátima Martin R. Ferreira Antunes, FFLCH, Universidade de São Paulo, Mestrado em Sociologia, 1992.

8- Imigração e futebol: o caso Palestra Itália, de José Renato de Campos Araújo, Mestrado em Sociologia, IFCH, Unicamp, 1996.

9- Resistência e rendição: a gênese do Sport Club Corinthians Paulista e o futebol oficial em São Paulo, de Plínio José Labriola Negreiros, Mestrado em História, PUC de São Paulo, 1992.


PROCUREM NAS LIVRARIAS O LIVRO BALANÇANDO O VÉU DA NOIVA OU FAÇAM SEU PEDIDO PARA

lcfeijo@uol.com.br

Um comentário:

Juliana Holanda disse...

OI Professor Feijo! Cheguei ao seu blog enquanto procurava pelo ano em que o conto Esperança Football Club, de Origenes Lessa foi escrito. POr acaso o Sr sabe? Aqui nesse post nao consta a data. Preciso desse dado para incluir numa tese de doutorado sobre o futebol na literatura brasileira. Desde ja agradeço.Meu e-mail: julianaholand@hotmail.com

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Balneário Camboriú, Sul/Santa Catarina, Brazil
Sou professor adjunto aposentado da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Sou formado em Letras Clássicas pela UERJ. Pertenço à Academia Brasileira de Filologia (ABRAFIL), Cadeira Nº 28.