Quantos me visitaram ?

11 de julho de 2006

ARTILHEIRO - GUERRA - FUTEBOL - COPA 2006



ARTILHEIRO é o jogador de futebol que mais gols marca em sua equipe e nos campeonatos. Termo que surgiu por comparação ao soldado detonador das peças de artilharia, como o canhão e o obus. O campo metafórico relacionado a GUERRA é muito comum na linguagem especial do futebol. Robert Galisson, em seu livro Recherches de lexicologie descriptive: La banalisation lexicale, Paris, Nathan Université, 1978, p. 316, após comentar os principais domínios que apresentam vocábulos usados pela crítica esportiva, especializada em futebol, na França, mostra um quadro-síntese desses diferentes domínios com os vocábulos correntes empregados em cada situação.

Domínios:
a) Vocabulário de Julgamento de valores: 397 ;
b) Vocabulário de Guerra: 91;
c) Vocabulário de Negócios: 36 ;
d) Vocabulário de Espetáculo: 36 ;
e) Vocabulário de Espaço, Localização e Dimensão: 32 ;
f) Vocabulário de Cronologia: 28 ;
g) Vocabulário do Corpo humano: 20 ;
h) Vocabulário da Sorte: 8.
Excluindo-se o vocabulário de Julgamento de valores, com 397 termos, o vocabulário que maior número de formas específicas apresenta é o relacionado a guerra: 91 termos.
Foram 664 nomes relativos a 8 tipos específicos de domínios, num total de 1.015 vocábulos correntes.

Na cultura futebolística, os adversários são considerados INIMIGOS. Uma partida entre dois times líderes de um campeonato é uma BATALHA etc. Até nas arquibancadas ocorrem lutas corporais entre as torcidas e a estes acontecimentos os locutores e comentaristas esportivos fazem referência, utilizando-se de termos como GUERRA, LUTA, BATALHA etc. ARTILHEIRO tem como sinônimo GOLEADOR. É termo consagrado no futebol e não passou para outros esportes, como o basquete, por exemplo, que usa o termo correspondente CESTINHA, para designar o jogador ou jogadora que marca o maior número de pontos, arremessando a bola à cesta. Trata-se de um neologismo conceitual.

O artilheiro da Copa da Alemanha foi o polonês naturalizado alemão Miroslav Klose, com cinco gols, seguido por Ronaldo (Brasil), Crespo e Maxi Rodriguez (Argentina), Fernando Torres e Villa (Espanha), Henry e Zidane (França) e Podolski (Alemanha) com três gols. Ronaldo Fenômeno fez três gols nesta Copa do Mundo e agora é o recordista de gols em Copas (15 no total).

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Balneário Camboriú, Sul/Santa Catarina, Brazil
Sou professor adjunto aposentado da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Sou formado em Letras Clássicas pela UERJ. Pertenço à Academia Brasileira de Filologia (ABRAFIL), Cadeira Nº 28.